E-mail: marisa@marisadelucia.com.br
       
 
   
  "Mais vale o bom nome do que muitas riquezas; e o ser estimado
é melhor do que a prata e o ouro"

(Provérbios 22:1)
   
  Home | Serviços | Clientes | Portfólio | Fale Conosco
 
       
 
 
 
 
       
 
      Beleza / Saúde
| Voltar para página anterior | Voltar para Home do site
 
CALVIN KLEIN Outono 2018
 
Uma parábola que reúne os antigos e novos mundos

Edição: Marisa De Lucia

CALVIN KLEIN e seu diretor criativo da marca, Raf Simons, apresentaram 
ontem sua coleção Outono 2018 CALVIN KLEIN 205W39NYC, em desfile realizado na 
Bolsa de Valores de Nova York, no Distrito Financeiro da cidade.



“A coleção é uma evolução da minha ideia da CALVIN KLEIN – uma visão da 
sociedade americana – mas agora mais ampla, universal. É uma parábola que 
reúne os antigos e novos mundos, relacionada com a descoberta da 
América, a corrida espacial dos anos 1960 e a era da informação do século 
XXI", diz Raf Simons. 



Refletindo a noção de democracia, não há hierarquia cultural: as misturas e 
referências libertam as roupas de seus significados, e a partir de suas 
próprias narrativas e colagens, descobre-se algo diferente – um sonho 
diferente. Mais do que qualquer coisa, esta coleção é sobre liberdade. Um 
mundo que define a América, que define a CALVIN KLEIN”, conclui. 



Intitulado LANDSCAPES, o desfile da coleção Outono 2018 da CALVIN KLEIN 
205W39NYC foi apresentado em um cenário épico e irreal, e que ao mesmo tempo, 
relembrava uma trilha sonora cinematográfica. 



O pano de fundo mostra pedaços da recente história da CALVIN KLEIN, porém 
reconfigurados: fragmentos das instalações de Sterling Ruby aparecem 
sobrepostos em partes de celeiros de pradaria do século XIX, que já tinham 
sido vistos na campanha Primavera 2018 da CALVIN KLEIN 205W39NYC.



As paredes do celeiro são revestidas com papel de parede com imagens das obras 
de Andy Warhol usadas na mesma coleção; ao seu lado, aparecem tubulações de 
ar, um toque alienígena, científico ou laboratorial. O piso do desfile ganhou 
uma profusão de pipocas: à distância, pareciam neve.



A coleção e o local reforçaram a colaboração contínua e em vários níveis entre 
a CALVIN KLEIN e a Fundação Andy Warhol para as Artes Visuais. Os 
personagens Coiote e Papa-Léguas da Looney Tunes, da Warner Bros, 
originalmente mostrados como curtas-metragens nos cinemas desde 1949, também 
aparecem em algumas peças. 



Uma última lembrança da inocência da infância, um ideal extremamente 
importante da América jovem, e que também pode ser visto como um paralelo na 
busca do sonho americano.

 
 
  Vitrine da Beleza
  Beleza / Saúde
  Entrevistas
  Direto ao Ponto
  Humor
  Tecnologia
  Espaço Animal
  Culinária
  Variedades
  Powered by Marsel Design Copyright © 2010 Marisa De Lucia.com.br - Todos os direitos reservados.