E-mail: marisa@marisadelucia.com.br
       
 
   
  "Mais vale o bom nome do que muitas riquezas; e o ser estimado
é melhor do que a prata e o ouro"

(Provérbios 22:1)
   
  Home | Serviços | Clientes | Portfólio | Fale Conosco
 
       
 
 
 
 
       
 
      Perfil
| Voltar para página anterior | Voltar para Home do site
 
Sou jornalista diplomada, canudo que me ajudou muito na época em que era 
levado mais a sério, com experiência em matérias para revistas e conteúdo 
para sites nas diversas áreas, e atuo também como revisora de textos.

Já trabalhei para várias empresas como Gazeta Mercantil, Editora Abril 
(Revista Contigo), fui editora do jornal Diário do Rio Claro, atuando na área 
política por muitos anos, inclusive, foi nessa época que fui agredida 
fisicamente por Collor, entre outros que tiveram essa experiência. Na 
ocasião, o Estadão deu a seguinte notícia: “Repórter agredida por Collor”.
Essa era eu...

E isso não foi quase nada. Por pouco não levei um tiro por conta de uma 
entrada sorrateira (por baixo da cerca mesmo) no terreno de uma mineradora 
sem ordens do proprietário, que mais do que depressa mandou seu segurança 
sair atirando. Nos agachamos no mato, eu, o fotógrafo e o geólogo que nos 
acompanhava. Por sorte, ninguém foi ferido, mas levamos nas roupas 
excrementos de vaca... nem posso lembrar que sinto novamente o cheiro... aff

Mas eu também paguei mico nas primeiras reportagens que fiz (quem nunca pagou 
que atire a primeira pedra), como quando perguntei para o provedor da Santa 
Casa de Rio Claro, na época, qual era o nome dele, pois o desconhecia até 
então (eu era nova na cidade). Quando ele disse ironizando que ele era o 
porteiro, com todo meu bom senso de humor respondi: “Ah, então, quando o 
provedor chegar o senhor, por favor, me avise”. Para seu desespero e alegria 
da galera que não ia muito com a cara dele... rs

E tem mais: já quase morri sufocada com o mau cheiro dos lixões da vida, dos 
barracos onde o cheiro de urina se misturava com o do feijão sendo cozido com 
osso de boi na panela, mas também já senti o perfume da burguesia, frequentei 
os palacetes e casarões de políticos e personalidades. Mas confesso que me 
senti muito mais à vontade saboreando o café da mulherada da periferia, dos 
bairros prejudicados, onde os serviços destinados à nata da sociedade não 
chegavam. Eu estava sempre por lá para ajudá-los por meio de notícias no 
jornal que eu atuava.

Enfim... já fiz um pouco de tudo e ainda quero fazer muito mais. Afinal, 
gosto muito de ser jornalista. Me divirto, dou muita risada, conheço muitas 
pessoas, lugares maravilhosos, mas também quase entro em curto-circuito de 
tanta informação. Daí o porquê de eu ter escolhido este nome para meu site: 
Ligada em 220 volts...
 
  Vitrine da Beleza
  Beleza / Saúde
  Entrevistas
  Direto ao Ponto
  Humor
  Tecnologia
  Espaço Animal
  Culinária
  Variedades
  Powered by Marsel Design Copyright © 2010 Marisa De Lucia.com.br - Todos os direitos reservados.